Corto Maltese: Sob o Sol da Meia-Noite

A editora Trem Fantasma programa para este mês Corto Maltese – Sob o Sol da Meia-Noite, primeira aventura da trilogia produzida pelos espanhóis Juan Diaz Canales e Rubén Pellejero inspirada em uma das maiores criações do artista italiano Hugo Pratt (1927-1995). O material clássico do personagem foi lançado no Brasil pelas editoras L&PM, Ediouro/Pixel Media e Autêntica/Nemo, no entanto, alguns álbuns ainda permanecem inéditos no país.

Criado por Pratt em 1967 em Uma Balada do Mar Salgado, Corto Maltese, como um Ulisses moderno, se insere na constelação de grandes viajantes visionários da ficção. Suas aventuras foram escritas e ilustradas pelo seu criador até 1992, quando foi publicado o álbum A Cidade Perdida de Mú. Hugo Pratt veio a falecer em 1995 e somente 20 anos depois é que novas aventuras foram confiadas a dois dos maiores nomes dos quadrinhos europeus.

Em Sob o Sol da Meia-Noite, encontramos Corto Maltese em 1915, acabando de chegar ao Panamá – e já de partida! O destino é San Francisco e a sua Exposição Internacional onde espera encontrar um amigo de longa data, o escritor Jack London. Mas o autor de O Chamado Selvagem dirige-se já para o México, a fim de efetuar uma reportagem sobre a revolução de Pancho Villa. No desencontro, London deixa uma mensagem pedindo a Corto que entregasse uma carta a uma certa Waka Yamada, uma antiga estrela de saloon em Dawson City durante a corrida para o ouro, agora convertida em militante contra o tráfico de mulheres no Alasca. Em troca de lhe fazer chegar essa carta, London promete a Corto uma nova aventura… e um misterioso tesouro!

Corto Maltese inicia assim uma longa jornada pelas vastas extensões geladas do Grande Norte, numa viagem pautada por inúmeros perigos e ameaças. Porque, sob o sol da meia-noite, há outros predadores que rondando os viajantes. Em Sob o Sol da Meia-Noite, Canales e Pellejero, criam uma obra original ao mesmo tempo em que respeitam o legado de Hugo Pratt e de seu principal personagem. Capa dura com 100 páginas coloridas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: