De Powerpaola: Todas as Bicicletas que eu Tive

A Lote 42 lança este mês Todas as Bicicletas que eu Tive, obra escrita e ilustrada por Powerpaola, pseudônimo da quadrinista colombiana-equatoriana Paola Gaviria.

“As bicicletas são máquinas impulsionadas por você mesma. É você quem decide para onde quer se deslocar”, diz a protagonista de Todas as Bicicletas que eu Tive, uma mulher que, seja numa Chopper, uma Mountain, uma Diamant, uma Giant ou uma Aurorita, serpenteia com liberdade as ruas de Quito, Bogotá, Medellín, Cali, Buenos Aires ou Paris, costurando os diferentes capítulos da sua vida.

Nesta comovedora novela gráfica, o trabalho mais recente de Powerpaola, as bicicletas não são apenas extensões de si mesma, senão também as musas que a levam para o passado, esse obscuro e abismal rio pelo qual fluem amores, perdas, amizades, irmandades, tragédias, acidentes e desilusões. Contemplados do selim, e escritos e desenhados como se fossem os traços deixados por todas aquelas bicicletas que passaram, os fatos ganham seu verdadeiro sentido e se transformam em pequenas revelações do destino. O da protagonista, é claro, mas também o do leitor.

Esta é uma iniciativa editorial latino-americana. Cinco editoras em torno a um único livro: Todas as Bicicletas que eu Tive se publica ao mesmo tempo por El Fakir (Equador), La Silueta (Colômbia), Lote 42 (Brasil), Musaraña (Argentina) e Sexto Piso (México e Espanha). Capa cartonada com 112 páginas.

Confira também QP, outra obra de Powerpaola, publicada em 2018 no Brasil, também pela Lote 42:

QP apresenta a vida cotidiana de um casal narrada em tom intimista e sincero pela equatoriana Powerpaola. A autora escancara os quartos, ruas, cafés e florestas que ela, P, e seu companheiro, Q, vivenciaram.

Da Austrália à Amazônia, o livro mostra conversas pessoais, alegrias, dúvidas e apertos de uma dupla nômade. Assim como os personagens da capa, que se afastam e se aproximam conforme se abre e fecha o livro, QP mostra um relacionamento em transformação.

São quadrinhos cheios de coragem e poesia. Capa cartonada com 144 páginas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: