De Julie Doucet: Meu Diário de Nova York

A Veneta programa para junho Meu Diário de Nova York, obra escrita e ilustrada pela quadrinista canadense Julie Doucet, material publicado pela primeira vez em 2004 nos EUA pela Drawn & Quartely.

O hino feminista “Hot Topic”, da banda Le Tigre, cita Julie Doucet junto com Angela Davis, Gertrude Stein, Nina Simone, Aretha Franklin, Joan Jett… Um artigo na France Culture declara que “se no mundo dos quadrinhos Julie Doucet é uma autora cultuada, na ala mais bem informada das ciências sociais, ela é considerada uma das principais figuras do feminismo contemporâneo”.

Saudada logo no início de carreira por grandes mestres do quadrinho norte-americano como Robert Crumb, Aline Kominsky-Crumb e Art Spiegelman, Doucet foi ela própria a mestra pioneira que inspirou uma nova geração de quadrinistas, de Marjane Satrapi à Fabiane Langona, para quem a canadense é “ídola de sempre”: “minha vida mudou quando eu a li”.

Meu Diário de Nova York é um retrato hilariante, emocionante e de uma franqueza desconcertante a respeito das ambições, angústias, sonhos e tropeços de uma jovem mulher iniciando sua vida sexual e profissional. Capa cartonada com 104 páginas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: