De Jim Woodring: Poochytown

A Darkside Books lança em breve Poochytown, obra escrita e ilustrada pelo quadrinista norte-americano Jim Woodring. O material foi publicado nos Estados Unidos em 2018 pela Fantagraphics, base da edição brasileira.

As fábulas hipnóticas de Jim Woodring têm deslumbrado leitores em todo o mundo desde os anos 1980. Frank, um dos seus personagens mais recorrentes, é um animal antropomorfo indefinido, dentuço, ingênuo, mas não inocente. Entre suas inspirações, estão as primeiras animações que surgiram nas décadas de 1920 e 1930 nos Estados Unidos, sobretudo o trabalho dos irmãos Fleischer, criadores de Bimbo, de 1931, parceiro de Betty Boop em suas aventuras. Como aponta o quadrinista, “ele foi uma das coisas que estabeleceram as bases de minha filosofia da vida”.

Além de Bimbo, as influências para esse ser divertido e por vezes bizarro vão desde o movimento Dada e o Surrealismo a nomes como Salvador Dalí, passando pelas ilustrações biológicas de Ernst Haeckel, antigas xilogravuras europeias, Walt Disney, Looney Tunes, e dialogando com seus contemporâneos, como o ícone dos quadrinhos underground Robert Crumb. Suas histórias, geralmente sem texto, apresentam uma narrativa pouco comum, em uma atmosfera e ambientes recorrentes, inspirados na natureza e em cenários construídos pelo homem.

Nos anos 1990, Woodring começou a compilar as histórias de Frank e sua turma, e desde então o universo onírico e surreal do personagem vem conquistando cada vez mais fãs e devotos, e inspirando inúmeros artistas, entre eles nomes como o diretor Francis Ford Coppola, os escritores Neil Gaiman e Alan Moore, e o criador de Os Simpsons, Matt Groening. Para Coppola, “Frank é uma criação tão estranha que eu mal sei como descrevê-lo. Sem palavras, atemporal e sem um lugar definido, repleto de personagens e experiências originais, ele existe em suas peculiares e bizarras condições. As histórias de Frank pertencem ao universo fantástico dos mitos antigos e dos contos populares. Assim como as alegorias heroicas que perduram até hoje, as desconcertantes aventuras de Frank em geral parecem tortuosas e dissimuladas; e ainda assim sentimos um senso sutil de determinação. O trabalho de Woodring ilumina esse mundo escondido e nos convida a examiná-lo minuciosamente”.

Poochytown traz as aventuras de Frank e mergulha profundamente na realidade psicodélica e sempre distorcida do universo sem limites criado por Woodring, o Unifactor. Este visionário quadrinho sem palavras, repleto de imagens estranhas e maravilhosas, derivadas de sonhos e histórias de alucinações que o artista atravessou na infância, compõe um dos mais instigantes e deslumbrantes momentos da carreira do artista.

No enredo, Frank se depara com um caixote e, dentro dele, aciona um estranho instrumento movido à manivela que lembra uma tuba. Esse objeto libera figuras gigantes e disformes. Este é o só começo da saga que atravessa a vida aparentemente tranquila de Frank. A jornada vai ganhando contornos surreais e por vezes de horror, conforme o protagonista e os amigos que encontra pelo caminho seguem em frente.

Ambientes que variam entre o onírico e outros calcados em nossa realidade terrena são o cenário para as experiências aparentemente sem sentido, que vão se transmutando conforme a história avança. Um deleite visual como poucos conseguem alcançar com tamanha beleza, estranheza e uma exuberância de detalhes inspirados no inconsciente. Quem se depara com a simpática figura de Frank certamente não esquecerá dele tão cedo.

Como define o pesquisador de quadrinhos Scott McCloud, “Jim Woodring talvez seja o quadrinista mais importante de sua geração. As histórias de Frank são obras-primas, para ler e reler. Cada célula de seu corpo vai se recordar desse trabalho visionário e fascinante”. Preparados para a viagem sem volta ao universo de Frank? Capa dura com 112 páginas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: