Tex: A Marca do Cruzado

A Mythos lança em agosto Tex – A Marca do Cruzado, edição especial que traz uma aventura completa do ranger com roteiro de Guido Nolitta, pseudônimo artístico de Sergio Bonelli (1932-2011), com arte de Aurelio Galleppini (1917-1994), também conhecido por Galep. A capa é de Claudio Villa.

Lançado originalmente em 1981 na Itália, o arco foi publicado pela primeira vez no Brasil em 1982, pela Vecchi, nas edições #157 a 159 de Tex, e republicado em 2011, pela Mythos, nas edições #295 a 297 de Tex Coleção. O material seria relançado no volume 119 de Tex Edição Histórica, em março deste ano, mas foi reprogramado de última hora pela editora brasileira.

Na história, um jovem guerreiro paiute chamado Cruzado não só opera assaltos sanguinários nos territórios do Sudeste, espalhando morte e destruição, como também chega a recrutar para as suas fileiras alguns jovens navajos.

Tex, em companhia de Jack Tigre, segue os rastros de Cruzado, enquanto Kit Willer e Kit Carson tentam impedir a intervenção do Exército, que poderia massacrar todo o bando, inclusive os jovens navajos. Para isso, Tex e Tigre precisam capturar Cruzado e fazer os navajos se arrependerem do ato de rebeldia. Mas a tarefa não será nada fácil.

Reúne Tex (1958) #243 a 245-1. Capa cartonada com 300 páginas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: