Uma Dobra no Tempo, Paraíso Perdido e outras doze obras

Entre 2018 e 2021, a Darkside Books publicou ótimas obras que vão desde adaptações de clássicos quanto obras originais, quase sempre com um toque de suspense ou horror, um dos focos da editora. Confira as capas, detalhes e sinopses de 14 materiais que selecionamos e que valem a pena dar uma conferida:

Uma Dobra no Tempo

Há mais de 50 anos, as palavras de Madeleine L’Engle encantam gerações de leitores e inspiram escritores a quebrarem as barreiras terrestres para explorar novos mundos. Uma Dobra no Tempo é aquele tipo de livro que tem lugar cativo na estante e no coração dos leitores, e de vez em quando cai nas mãos de seu dono para que ele possa voltar no tempo. E verdade seja dita: quem se aventurou por suas páginas nunca mais enxergou noites escuras e tempestuosas da mesma maneira. Os leitores estão convidados a embarcarem nessa viagem clássica reimaginada pela talentosa ilustradora Hope Larson. Em Uma Dobra no Tempo, o pai de Meg e Charles Wallace, um exímio físico, está desaparecido há dois anos. A aventura começa quando, em uma noite de tempestade, eles recebem a visita de uma senhora peculiar, a sra. Quequeé, que foi tirada de sua rota pelo vento enquanto viajava pelo tempo e espaço utilizando o tesserato. Na companhia de mais duas criaturas sobrenaturais, a sra. Quem e a sra. Qual, e de um garoto chamado Calvin O’Keefe, eles partem pelo universo em busca de qualquer indício do paradeiro do dr. Murry. Mas o que eles descobrem vai muito além disso: todo o universo está sendo atacado pela Escuridão, uma força perigosa que traga a luz das estrelas e dos planetas, um verdadeira luta contra o mal. Vencedora de um Eisner Award, Hope Larson realiza um trabalho impecável ao reacender as memórias de quem cresceu na companhia de personagens tão carismáticos, ao mesmo tempo em que apresenta, com carinho e admiração, o universo de Madeleine L’Engle para uma nova geração de viajantes pronta para embarcar nessa jornada. Uma aventura emocionante para todas as idades que discute temas importantes e eternos como coragem, aceitação das diferenças e a importância de acreditar em si mesmo. Essa belíssima história também ganhou uma adaptação nos cinemas, em um filme da Disney estrelado por Oprah Winfrey, Reese Witherspoon e Mindy Kaling.

Autora: Madeleine L’Engle
Adaptação: Hope Larson
Estrutura: capa dura com 420 páginas
Data de lançamento: março/2018

Paraíso Perdido

Após serem expulsos do Paraíso, os anjos planejam sua vingança nas chamas do Inferno. Impedidos de atacar diretamente o céu, decidem confrontar a criação divina: o homem. “Mais vale reinar no Inferno do que servir no Céu.” Há 350 anos, o conflito entre Deus e Satã narrado em Paraíso Perdido, obra-prima de John Milton, virou um marco na literatura. Seus dez mil versos sobre a criação do mundo, a tentação e o desejo por redenção receberam reconhecimento instantâneo e serviram de inspiração para peças de teatro, músicas, pinturas e livros, ecoando na obra de mestres como Mary Shelley, C.S. Lewis e Neil Gaiman. Milton criou seu épico mergulhado nas trevas de uma cegueira repentina. Entre as angústias reais do luto após a perda de sua segunda mulher e de sua filha mais nova, além da culpa religiosa enraizada na sua formação, Milton também precisou rever sua vida e a relação distante com a família. Determinado a não deixar a perda da visão e o sofrimento provocado pela gota afetarem seu ofício, ditou Paraíso Perdido do começo ao fim para ajudantes, amigos e até mesmo suas filhas. Fruto de um árduo trabalho e reflexo da perseverança do autor, o poema levou cerca de cinco anos para ser concebido, e foi publicado em 1667 em sua primeira versão. Milton morreu em 1674, o mesmo ano em que foi lançada a edição definitiva de seu clássico. Agora, a obra colossal foi reimaginada pelo premiado quadrinista e ilustrador espanhol Pablo Auladell. Com seu traço sombrio, quase desolado, o tributo captura o lirismo de Milton para quem ainda não teve o prazer de ler os cantos originais. Ao mesmo tempo, complementa a experiência do leitor, dando ainda mais vida ao texto. Assim como o poema ganhou notoriedade pela beleza de suas palavras, a graphic novel conquista pelas imagens, retratando a complexidade e tragédia de uma história atemporal com um toque pessoal, mas que respeita totalmente o texto original de John Milton. Por seu belíssimo trabalho em Paraíso Perdido, Auladell ganhou o grande Prêmio Nacional de Cómic, da Espanha.

Autor: John Milton
Adaptação: Pablo Auladell
Estrutura: capa dura com 320 páginas
Data de lançamento: abril/2018

Neurocomic

Os grandes questionamentos nos acompanham na nossa evolução diária. Você sabe do que seu cérebro é feito? Sabe como funciona nossa memória? Sabe o que é um neurônio? Você já deve conhecer a lagarta de Alice no País das Maravilhas e sua clássica pergunta: “Quem é você?”. Neurocomic é uma viagem através do cérebro humano – um lugar repleto de florestas de neurônios, cavernas escuras que abrigam lembranças adormecidas e enormes castelos ruídos pela ilusão. Ao longo dessa surpreendente jornada, você vai encontrar seres estranhos que habitam os recantos mais obscuros da nossa mente, como lulas gigantes e lesmas marinhas que tocam banjo, além dos grandes pioneiros da neurociência. Criado pelos neurocientistas Hana Roš e Matteo Farinella, Neurocomic usa muito bem o potencial de ensino dos quadrinhos, apresentando uma excelente compreensão sobre o nosso cérebro, considerado ainda um grande enigma para a ciência. Grandes ilustradores científicos do passado já deram provas de que a arte tem o que acrescentar à ciência. Fritz Kahn, Ernst Haeckel e Leonardo Da Vinci foram inspirações para a dupla, que resolveu trocar o formato tradicional dos trabalhos acadêmicos por uma narrativa ilustrada, divertida e esclarecedora. O resultado é uma história em quadrinhos que apresenta o assunto para quem tem interesse em desvendar os recônditos da mente humana e uma interpretação inspiradora para quem já está familiarizado com os caminhos sinuosos do nosso cérebro.

Autores: Hana Roš e Matteo Farinella
Estrutura: capa dura com 144 páginas
Data de lançamento: maio/2018

Imaginário Coletivo

Imaginário Coletivo é uma fábula sobre liberdade e força de vontade criada pela mente inquieta de Wesley Rodrigues, artista brasileiro consagrado no mundo inteiro. Em suas quase 500 páginas absolutamente deslumbrantes, Imaginário Coletivo narra as aventuras de uma vaca que queria ser pássaro – ou seria um pássaro que nasceu vaca? Inconformada com os papéis que lhe impuseram, a adorável protagonista insiste em seus sonhos e luta pelo que acredita ser melhor para si. Durante essa viagem fantástica, é impossível não se perguntar: será que sou tudo aquilo que eu poderia ser?

Autor: Wesley Rodrigues
Estrutura: capa dura com 472 páginas
Data de lançamento: agosto/2018

The Beatles – Yellow Submarine

Basta uma nota para voltarmos no tempo, em que jovens cabeludos que só queriam mudar o mundo acabaram se tornando a trilha sonora de nossas vidas. Chegou a hora de embarcar novamente no submarino amarelo e mostrar para uma nova geração que se eles existem, é porque aprendemos a sonhar em Pepperland. Baseado em várias músicas dos Beatles, o filme Yellow Submarine, lançado em 1968, conta a história de Pepperland, um paraíso subaquático onde o vento espalha as adoráveis canções da banda do Sgt. Peppers aos quatro cantos e onde ninguém se sente sozinho. Quando o líder dos Malvados Azuis, que odeia música, ameaça as cores e a existência de Pepperland, o marinheiro idoso jovem Fred sai no lendário Submarino Amarelo para buscar ajuda e recruta os garotos de Liverpool para libertar sua cidade. Yellow Submarine se destaca pela colorida mistura de estilos e técnicas inovadoras na época, além da harmoniosa combinação das músicas que ajudam a derrubar os Malvados Azuis. A música e o amor como resposta aos ataques e ao autoritarismo desse grupo que odeia tudo o que torna Pepperland especial é o que se sobressai da animação. Agora, os fãs de uma das maiores bandas de todos os tempos podem reviver a história clássica dos Beatles e comemorar o aniversário de 50 anos de estreia do filme: a adaptação oficial de Yellow Submarine para os quadrinhos feita por Bill Morrison, um dos desenhistas de Os Simpsons e também editor da revista MAD. A profusão de cores da arte, aliada ao roteiro divertido e arrojado e a habilidade de Morrison de contar histórias faz com que o leitor embarque na aventura do jovem Fred para salvar Pepperland dos seres que instalaram a tristeza, o medo e o silêncio na cidade. Suba a bordo do submarino, viaje para uma terra em que há diamantes no céu e redescubra que tudo o que precisamos é amor!

Autores: The Beatles e Lee Minoff
Adaptação: Bill Morrison
Estrutura: capa dura com 128 páginas
Data de lançamento: dezembro/2018

Floresta dos Medos

Uma garota empunha uma lamparina para vencer os contornos da escuridão. Ali perto, uma floresta. Calada e fantasmagórica, repleta de coisas estranhas. Criaturas misteriosas, sussurros velados, medos inomináveis. Pense naquilo que faz seu sangue correr depressa pelas veias. Uma voz sem corpo? Uma visão fantasmagórica? Ou, quem sabe, a possibilidade de viver algo sobrenatural? Aguarde na penumbra e fale baixo. Convidamos você para um passeio pela floresta cheia de rostos pálidos e mãos geladas da premiada ilustradora Emily Carroll. Mas tome cuidado: assim como nos contos de fada, nem tudo que habita seus arredores é aquilo que parece ser. De uma coisa nós temos certeza: as cinco histórias de Floresta dos Medos dão frio na espinha. Nelas, a quadrinista canadense – ganhadora de um prêmio Eisner – explora o medo subjetivo e imagético, composto de sensações estranhas que raramente conseguimos explicar. Não espere sustos que farão você pular; aqui, olhares de relance para os cantos do quarto serão muito mais comuns. Será que você está realmente sozinho em casa? Você também ouviu uma batida à porta? Os medos, aqui, são diversos. Três irmãs que ficam sozinhas em casa e, uma por vez, desaparecem. O fantasma de uma mulher que aguarda vingança. Um homem que sempre viveu à sombra de seu irmão decide assassiná-lo. Uma garota e sua amiga médium exploram a dor e o luto dos outros em um golpe elaborado. E, por fim, uma menina visita seu irmão casado apenas para descobrir um segredo terrível e visceral. Verdade seja dita: Chapeuzinho Vermelho teve sorte por só ter encontrado o Lobo Mau na floresta. Entre as árvores e clareiras, existe algo muito, muito pior.

Autora: Emily Carroll
Estrutura: capa dura com 208 páginas
Data de lançamento: março/2019

Francis

Uma bruxa e uma raposa sobrevoam uma floresta. Lá do alto, pouco antes de traçarem seu destino inevitável, elas admiram os contornos do Monte Orfano, uma montanha verdejante que esconde mistérios em cada canto. Juntos, elas criam caos e liberdade, mas até onde podem ir antes da escuridão as alcançar? Ao lado da talentosa quadrinista italiana Jessica Cioffi, que atende pelo nome mágico Loputyn, prepararemos uma poção que vai abrir os caminhos mais sombrios dos corações dos leitores. E tudo começa com uma raposa. Anote aí para não esquecer: seu nome é Francis. Espírito traiçoeiro que reside em cada átomo da montanha, Francis vive em completa solidão. Ao ser conjurado pelos poderes latentes da bruxa Melina, em uma união favorável do destino (ou não), Francis ganha um corpo físico na forma de uma raposa despenteada e uma missão: ajudar a garota na prova mais importante de sua vida para que ela não fracasse. Não demora muito para que Francis questione seus desejos e escolhas, e logo as personalidades mesquinhas e egoístas de ambas entram em sintonia. E, de repente, quebrar mais um pouquinho as regras não parece algo tão errado assim para MelinaFrancis é uma fábula encantada em que doçura e escuridão existem lado a lado.

Autora: Loputyn
Estrutura: capa dura com 100 páginas
Data de lançamento: março/2019

Aurora nas Sombras

Um grupo de pequenos seres é obrigado a sair do lugar aconchegante onde mora e iniciar uma luta pela sobrevivência em um mundo terrível. Tudo parece dentro dos conformes, certo? Bem, mais ou menos. A casa deles era o cadáver de uma garotinha estirado no meio da floresta, e o lugar para onde eles vão não é nada mais, nada menos que o mundo que conhecemos como nosso. Indicado ao Prêmio Eisner em 2015, o quadrinho, escrito por Fabien Vehlmann e ilustrado pelo casal Marie Pommepuy e Sébastien Cosset (que assina como Kerascoët), conta a história da doce Aurora e seus amigos conforme eles viajam por um mundo estranho. Cercados por perigos e incertezas, eles se veem confrontados por situações extremas que despertam sentimentos como inveja, egoísmo, rancor e ganância. Formar alianças fica cada vez mais difícil, e quando o grupo começa a se desestruturar, Aurora se vê diante de um dilema: até onde ela está disposta a ir para sobreviver? Aurora nas Sombras é a verdadeira definição de um pesadelo açucarado, misturando o meigo e o brutal para abordar temas como o desmoronamento da civilização e a morte da inocência.

Autores: Fabien Vehlmann e Kerascoët
Estrutura: capa dura com 100 páginas
Data de lançamento: junho/2019

Ritual Romano – Exorcismo

O mal se manifesta onde menos se espera. Escondido sob as vestes de uma freira, nas preces de um sacerdote ou dentro dos muros da Santa Igreja. Santa? Em Ritual Romano – Exorcismo, o leitor tem acesso aos recantos mais sombrios do Vaticano e testemunha um caso de possessão demoníaca que pode mudar para sempre o destino da humanidade. Quando um bispo morre de maneira cruel, as últimas esperanças estão nas mãos do padre John Brennan, um exorcista renegado que a alta cúpula da Igreja considera ser um traidor. Convocado para enfrentar o mal que se entranha por trás dos muros do lugar sagrado, Brennan terá que encarar seus próprios demônios e a diabólica irmã Maria Giorgielli – uma freira tão infernal quanto o espírito derrotado por Ed & Lorraine Warren, retratado na franquia Invocação do Mal, de James Wan. O material é um grande exemplar da obra de El Torres, premiado roteirista de quadrinhos de terror e fantasia espanhol, que permanecia inédito no Brasil. Lançado originalmente em quatro volumes, com ilustrações tenebrosas de Jaime Martínez e cores sangrentas de Sandra Molina, Ritual Romano foi um grande sucesso na Europa e nos Estados Unidos. O prefácio é assinado por Paco Plaza, diretor e roteirista de REC.

Autores: El Torres, Jaime Martínez e Sandra Molina
Estrutura: capa dura com 128 páginas
Data de lançamento: setembro/2019

Silvestre

Em 1845 o escritor norte-americano Henry David Thoreau retirou-se para a floresta, onde ergueu, com as próprias mãos, sua nova casa e a mobília, com o intuito de viver com o mínimo necessário e em total contato com a natureza. O que o moveu foi a necessidade de procurar entender as mudanças pela qual a sociedade da época passava, bem como investigar as necessidades essenciais da vida. Não se isolou, porém, da sociedade. Recebia visitas enquanto passava dois anos em contato absoluto com a natureza e seus livros, refletindo sobre a liberdade e a existência, que começava a assumir um ritmo acelerado nas cidades com a industrialização e urbanização crescentes. O resultado desta experiência social e espiritual a partir da autossuficiência tornou-se público com Walden, ou A Vida nos Bosques, manifesto poético que o autor publicou em 1854. Em 2019, Wagner Willian, premiado autor de obras magistrais como Bulldogma, Martírio de Joana Dark Side e O Maestro, o Cuco e a Lenda deixou a casa de Thoreau com novas considerações. O quadrinista brasileiro entrega aos leitores uma obra de arte imersiva e reflexiva, ao mesmo tempo orgânica e visceral. Em Silvestre, acompanhamos a jornada de um velho caçador que atravessa e dialoga com lendas sobre divindades extintas, mergulhando na relação entre o homem e a natureza, e o respeito sobre o que a terra pode nos dar e o que somos capazes de oferecer. No isolamento de sua cabana, ele assa uma torta. Seu aroma cruza a memória, as paredes, a floresta, atraindo animais silvestres e criaturas fantásticas em um grande resgate ao convívio humano, digno de uma celebração selvagem e ritualística.

Autor: Henry David Thoreau
Adaptação: Wagner William
Estrutura: capa dura com 192 páginas
Data de lançamento: dezembro/2019

Vida de Gato

O quadrinista e ilustrador Serge Baeken sempre adorou gatos. E dá para culpá-lo? Inteligentes, ágeis, companheiros – ele já dividiu muitos momentos ao lado de seus bichanos, e tudo começou com Mascavo, que viveu respeitáveis 18 anos ao lado de seu dono. Sempre aprontando muito, é claro. Em Vida de Gato, Baeken convida o leitor a conhecer o mundo visto a partir da perspectiva dos felinos. Mais especificamente, dos felinos que passaram por sua vida – e deixaram uma marca eterna em seu coração. Há muitas histórias para conhecer neste quadrinho. Amizades que vêm e vão, mudanças para lugares distantes, a beleza da independência dos bichanos, o aconchego de um cotidiano cheio de travessuras, ronronadas e miados. Ao conhecer as vidas de Mascavo – como, no começo, ele tinha apenas amigos humanos; como costumava ser o gato mais durão da vizinhança; como, ao ficar velhinho, ele se guiava com os bigodes pela casa – e seus companheiros (e foram muitos), também descortinamos a vida de seu dono. O resultado é um quadrinho autobiográfico que vai ganhar o seu coração, mesmo que você não tenha um gatinho para chamar de seu. Baeken encanta com sua arte em preto e branco, rica em detalhes, e seu tom divertido e emocionante de contar histórias.

Autor: Serge Baeken
Estrutura: capa dura com 88 páginas
Data de lançamento: abril/2020

Semblant – Blood Chronicles

O diálogo entre o metal, em seus diversos estilos, o terror e as histórias em quadrinhos é algo bastante difundido no universo pop, pois são imaginários com pontes de contato. Claro, pontes estreitas e assustadoras! Os autores e a banda Semblant selam um pacto para contar uma história milenar que vai direto na veia dos fãs de metal e de terror. Semblant – Blood Chronicles conta três histórias: um caçador em fuga após um vampiro arrancar toda a família de sua vida; o conto de um herói mascarado em busca de sua identidade; e a história de um regente apaixonado em busca da glória de seu povo. Uma tríade sanguinária repleta de magia e ancestralidade. Surgido como um presente da banda Semblant para seus fãs – o roteiro é de autoria de um dos fundadores da banda, o vocalista Sergio Mazul, em parceria com o artista André Meister –, o álbum de história em quadrinhos acabou se tornando a semente de um universo gigantesco, com vampiros necromantes, assombrações, guerra entre tribos de caçadores e a ameaça de entropia de uma entidade que não deveria existir. A arte foi propositalmente composta de forma a ressoar com as músicas em que se baseou, com referências à ilustração dos discos de metal e às histórias em quadrinhos da revista francesa Métal Hurlant. A obra celebra a adolescência e paixão dos autores pelo horror gótico e às subculturas brasileiras.

Autores: Sergio Mazul e André Meister
Estrutura: capa dura com 144 páginas
Data de lançamento: maio/2020

O Príncipe e a Costureira

Um príncipe que gosta de usar vestidos. Uma costureira que sonha em fazer suas próprias criações e ter seu talento reconhecido. Um conto de fadas apaixonante para guardar no coração, O Príncipe e a Costureira, de Jen Wang, foi vencedora do Eisner Award em 2019 nas categorias de melhor publicação juvenil e melhor roteirista/desenhista, além dos prêmios de melhor álbum juvenil em Angoulême 2018, e de melhor livro juvenil no Harvey 2018. Sebastian é o príncipe herdeiro da Bélgica. Ele está em busca de uma esposa – ou melhor, seus pais estão cuidando disso para ele. Sebastian, na verdade, está mais ocupado escondendo seu segredo de todos: à noite, ele coloca vestidos ousados e sai pelas ruas de Paris como a fabulosa Lady Crystallia, o ícone fashion da capital da moda. Tal façanha é graças ao belíssimo trabalho de Frances, sua melhor amiga e costureira, e uma das duas únicas pessoas que sabem a verdade. Mas Frances sonha com a grandeza e o reconhecimento, e fazer os vestidos de Lady Crystallia significa viver à sombra de um segredo para sempre… O Príncipe e a Costureira é uma história delicada e sensível. Com um traço exuberante e extremamente colorido, Jen Wang dá vida a uma dupla de adolescentes que quer viver a vida ao máximo e aproveitar cada oportunidade, e que encontra apoio um no outro em seus respectivos desafios. O Príncipe e a Costureira é uma história sobre identidade e aceitação, sobre uma amizade que acolhe e respeita sem ressalvas, e que mostra como o amor e respeito ao próximo têm muito mais força do que a intolerância.

Autora: Jen Wang
Estrutura: capa dura com 304 páginas
Data de lançamento: setembro/2020

A Família Addams – Álbum de Família

Uma família peculiar, excêntrica, acolhedora, engraçada, apaixonada por bichinhos nada convencionais, com regras e rituais próprios. Uma família muito unida. Uma família como a nossa. É com essa identificação poderosa que a Família Addams tomou o coração de várias gerações. Essa história começa muito antes dos seriados de TV, filmes icônicos e animações, quando a Família Addams frequentava as páginas de jornais. Charles Addams, o célebre criador da família mais adorada do mundo, publicou a primeira tirinha em 1938 na New Yorker. Ano após ano, ele usou sua habilidade artística para criar um universo simultaneamente macabro e mundano com figuras deliciosamente avessas às convenções sociais, mas muito verdadeiras e afetuosas. Morticia, Gomez, Vandinha, Feioso, Tio Chico, Mãozinha, Primo It… todos esses personagens excêntricos se moldaram nas mãos de Charles Addams, e pularam das páginas para as telas com interpretações inesquecíveis de Carolyn Jones, John Astin, Lisa Loring, Anjelica Huston, Raúl Julia, Christina Ricci, Christopher Lloyd e tantos outros que eternizaram esta família singular. A Família Addams – Álbum de Família é o primeiro livro já publicado que traz a história completa da família mais macabra e querida da cultura pop. Com mais de 200 tirinhas, pôsteres, sketches, cartões e capas criadas por Charles Addams – aproximadamente 50 delas nunca antes publicadas e muitas em cores -, este álbum de família repleto de grandes memórias é perfeito para todos os fãs que não resistem ao estalar de dedos da música tema. O livro traz ainda capítulos dedicados a cronologia de cada personagem, descrições originais e detalhes que nos ajudam a compreender a genialidade e o impacto dos Addams.

Estrutura: capa dura com 256 páginas
Data de lançamento: novembro/2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: